Seminário da CCILC-Macau sobre Fortalecimento da Cooperação entre a China e os Países de Língua Portuguesa realiza-se com sucesso


Data de lançamento:2020/09/01
  • Partilhar:

Organizado pela Delegação de Macau da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Chinesa (CCILC-Macau) e co-organizado pela Fundação Rui Cunha e pelo Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM), o Seminário sobre Fortalecimento da Cooperação entre a China e os Países de Língua Portuguesa teve lugar no dia 31 de Agosto na Fundação Rui Cunha. Foram convidados para o Seminário profissionais de economia e negócios da China, Portugal e Macau para partilharem as suas percepções sobre o futuro mercado e desenvolvimento de plataformas.

 

“Integrar-se nas estratégias de desenvolvimento nacional da China e fomentar a diversificação económica” é o objectivo fundamental de Macau, que visa a promoção de um desenvolvimento moderadamente diversificado e sustentável da economia, objectivo apenas alcançável através do fortalecimento da cooperação entre a China e os países de língua portuguesa, e que é o tema de fundo deste Seminário. Os principais oradores do evento foram António Lei, Director do Departamento de Promoção Económica e Comercial com os Mercados Lusófonos do Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM), Mok Iun Lei, Coordenadora do Gabinete de Apoio ao Secretariado do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau), e Zhang Ruiyang, Directora Assistente da CPDF Investment Management Company.

 

No seu discurso, Bernie Leong, Presidente da Direcção da CCILC-Macau, expressou o seu agradecimento a todas as partes envolvidas pelo seu apoio no sentido de tornar o Seminário um sucesso. Afirmou que 2020 foi um ano difícil devido à pandemia do COVID-19 e às incertezas nas relações sino-americanas, mas tudo isto fez realçar a relação forte e fiável entre a China e Portugal. Com o desenvolvimento da Grande Baía, com destaque para as infraestruturas de apoio urbano em constante melhoria na vizinha região de Hengqin, a CCILC-Macau vai aproveitar as oportunidades para expandir a sua rede de negócios em diferentes cidades das duas regiões, tendo Macau como ponto fulcral.

 

No Seminário foram partilhadas riquíssimas informações com os participantes. Lei apresentou a forma como Macau, como uma das economias livres do mundo, tem contribuído para o desenvolvimento da plataforma de serviços de cooperação económica e comercial entre a China e os países de língua portuguesa no quadro “um centro, uma plataforma”. Mok falou sobre a importância de formar talentos bilíngues chineses e portugueses por meio de faculdades e universidades, bem como oferecer-lhes oportunidades de estágio. O objectivo é cultivar ainda mais uma nova geração de talentos, estabelecendo uma base sólida para o desenvolvimento futuro de Macau. Zhang deu exemplos para explicar a estratégia de investimento, os principais projectos e montantes do Fundo de Desenvolvimento da China – Países de Língua Portuguesa. Afirmou que os projectos existentes têm estado a progredir bem e têm envolvido basicamente todos os países de língua portuguesa, abrangendo projectos de infraestruturas relacionadas com energia, autoestradas, portos, etc.

 

Uma sessão de Perguntas e Respostas (Q&A) também foi realizada no Seminário com o objectivo de promover o desenvolvimento geral da indústria e aprofundar o seu entendimento. A sessão de perguntas e respostas foi animada e envolvente, com representantes de negócios colocando activamente questões aos oradores. Olhando para o futuro, a CCILC continuará com o seu papel de ponte entre os investidores chineses e portugueses, a fim de promover intercâmbios e colaborações económicas e comerciais. A CCILC irá também associar-se aos esforços do Governo da RAEM para se integrar na Zona da Grande Baía e continuar a promover a cooperação entre a China e Portugal. Outros participantes no Seminário incluíram Song Yunsong, Director da Companhia de Gestão de Investimento China-Países de Língua Portuguesa Limitada; Maria Carolina Lousinha, Directora da AICEP Portugal Global – Agência Portuguesa de Comércio e Investimento. Para quem quiser revisitar o Seminário, pode consultar a página de Facebook da CCILC-Macau ou da Fundação Rui Cunha.  

 




 
Navegar vezes:302

Voltar ao Topo